Tire um pouco o pé do acelerador

Algumas pessoas vivem pisando fundo no acelerador, mas não é esse o segredo para alcançar o sucesso. A pressa pode sim ser amiga da perfeição, em uma corrida de Fórmula 1, por exemplo. Porém na vida da maioria das pessoas, a pressa é a inimiga perfeita.

Pense bem, quando você está andando com um carro em alta velocidade, não é possível prestar atenção nos detalhes, e muitas vezes, não é possível prestar atenção nem nos detalhes mais grosseiros. Com a vida é a mesma coisa, se você estiver andando em alta velocidade, com o pé no acelerador a mil por hora, perderá o melhor da vida, deixará passar muitas coisas importantes, de valor único e inestimável, coisas que não voltam mais… um tempo que não volta mais, entende?

Você mora em uma casa, repete sempre os mesmos rituais, diariamente, não sabe sequer o que estão construindo na rua ao lado, afinal faz sempre o mesmo caminho para entrar e sair da sua casa, e nunca passa por lá. No trabalho não é diferente, os mesmos processos, sempre. E a sua vida inteira passa assim (na verdade você fez a sua vida assim), e as coisas passam sem deixar rastro, e você passa mais tempo procurando o que não existe do que curtindo o que você encontrou.

Você entendeu? É triste né? Claro que é!

Mude o seu estilo de vida. Tire um pouco o pé do acelerador. Aprenda a planejar, organizar, dirigir e controlar todos os seus esforços e todas as suas motivações, afinal é com essa disciplina que muitas pessoas deram uma verdadeira guinada em suas vidas.

Lembre-se sempre do que dizia Henry Ford: “Se você pensa que pode ou se pensa que não pode, de qualquer forma você está certo”.

Amor e Sabedoria.

Thiago Tombini

Photo by Priscilla Du Preez on Unsplash

Você gostou? Aproveite e compartilhe o conteúdo!

Thiago Tombini

Um lutador... Um sonhador... Um vencedor... Um apaixonado por despertar nas pessoas estados de alta performance, produtividade extraordinária e sustentabilidade interior... Um apaixonado por transformar empresas comuns em negócios altamente lucrativos, potencialmente escaláveis e totalmente sustentáveis...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.