A MENTALIDADE DE UM IMPARÁVEL

Você já deve ter escutado o termo inglês “mindset”, usado para descrever o que conhecemos no Brasil como “mentalidade”. Muito se fala de mentalidade no Brasil, principalmente agora, com a febre do empreendedorismo digital e das tendências online. O que pouco ou quase nada é esclarecido é o que verdadeiramente significa a palavra mentalidade.

Mentalidade é a capacidade, a habilidade e a atitude de influenciar a própria realidade com uma postura singular, positiva, inteligente, criativa e, antes de tudo, genial, permitindo despir-se totalmente de qualquer julgamento, preconceito, sentimento ou emoção, que unidos ou isolados, deem origem ao comodismo e ao vitimismo, e que não possam resultar no êxito do objetivo.

Talvez, enquanto você lê este artigo, você mesmo pode estar sendo assombrado pelos fantasmas do comodismo e do vitimismo, e, sem saber, ou sonegando a sua própria realidade, esteja estabelecendo um elo cruel de dor e sofrimento com as suas reais pretensões de vida, como o gênio que morre pobre e incompreendido. O que acontece, é que quando uma pessoa repete diariamente, para si mesmo, um determinado comportamento, o seu cérebro passa a entender o que foi criado como um padrão, e reproduz aquilo automaticamente sem questionar, porque acredita que a pessoa foi quem escolheu viver aquilo. Isso explica porque muitas pessoas desenvolvem hábitos destrutivos, negativos e vícios que levam a uma vida de escassez e perda acelerada de significado. É o que chamo de “Círculo Vicioso”.

O Círculo Vicioso acontece quando uma pessoa começa a desenvolver um padrão perigoso de pensamentos, sentimentos ou comportamentos, que intensificam uma rotina desfavorável, improdutiva e terminal, que explora as fraquezas da pessoa e desperta o que a pessoa tem de pior. O efeito é o mesmo da droga no cérebro: a pessoa pode até saber que aquilo está fazendo mal, mas não consegue ficar longe por muito tempo. Literalmente, a pessoa vira um fantoche do seu vício.

É possível romper a ligação com um Círculo Vicioso?

É claro que sim! É totalmente possível, mas, como muitas coisas na vida, não é fácil. Romper a ligação com um Círculo Vicioso pode ser muito doloroso, porque até mesmo um processo de dor e sofrimento, carrega ganhos secundários. São esses ganhos secundários que prendem uma pessoa ao Círculo Vicioso e fazem a pessoa corromper a si mesma diariamente.

Vamos ao exemplo?

Você pode chegar na sua casa, as 19 horas, e, depois de um dia estressante de trabalho, conceder a si mesmo o luxo de dizer: “Hoje eu posso faltar na academia, afinal o dia foi muito estressante e roubou toda a minha energia”.

Mas e aí Thiago, qual é o ganho secundário?

O ganho secundário pode estar em vários fatores: você tem mais tempo para tomar o seu banho, preparar a sua janta, assistir o seu programa de televisão preferido, acessar as suas redes sociais e brincar com o seu cachorro. Até aí tudo bem. Tudo parece estar certo.

Certo? Não!

No outro dia, ou uma semana depois, acontece o efeito que apunhala você pelas costas e drena toda a sua energia. Tenho certeza que isso já aconteceu com você. Duvida? Vamos lá!

Você percebe que são 7 anos que você tenta transformar a academia em um hobby, em algo agradável, que flua normalmente, mas isso simplesmente não acontece. Nos últimos 7 anos você rodou todas as academias da cidade, nunca sequer conseguiu atingir as suas metas mais medíocres. Aí, você olha para o espelho e vê refletir a imagem de uma pessoa fracassada: o seu mundo parece ruir e você desaba.

Você não é uma pessoa disciplinada, por isso não consegue estabelecer um Círculo Virtuoso em tudo o que ousa empreender. O problema não é a falta de tempo, mas a extrema dificuldade que você tem para conseguir dominar o seu tempo. Você até acha bonito dizer que nunca tem tempo, mas nem percebe que está se afogando em um oceano de decepções e frustrações.

A verdade é uma só: ninguém realmente importante e que tem o poder de mudar a sua vida vai se relacionar com você, tudo porque, pessoas importantes sempre procuram pessoas que têm tempo. Pessoas sem tempo não tem valor.

Então, fica claro que, para banir o Círculo Vicioso, você precisa administrar com inteligência os ganhos secundários. Se você entende o porquê continua repetindo algo que não está lhe fazendo bem, você tem o que precisa para cortar o mal pela raiz.

Uma técnica que você pode usar para arruinar qualquer Círculo Vicioso é questionar o real significado do que você está fazendo? Lembro que o significado é a parte mais profunda do aprendizado de uma pessoa. Quando você desenvolve uma habilidade, seja qualquer coisa, é porque ela tem um significado para você. Quanto maior o significado, mais rápido você aprende e maior é o aprendizado.

Ganhos secundários não carregam significado, geralmente carregam algum tipo de desculpa, então, se você chega em casa abatido, cansado, destruído, e sua cabeça e seu corpo não estão ajudando, e você sabe que precisa estudar para a prova, mas está com 0% de vontade, não caia na tentação, encontre um significado positivo e animador. Questione-se:

• Quais sãos os benefícios em fazer o que precisa ser feito?
• Qual é o motivo específico pelo qual eu tenho me dedicado nos últimos 3 anos no curso de Administração?
• Qual é a razão específica pela qual eu escolhi o curso de Administração?
• Qual é o significado intrínseco a minha escolha profissional?

Uma vez que você encontrou o significado, a motivação acompanhará você. Nem sempre a motivação estará presente, mas você poderá despertá-la, e a melhor forma de fazer isso é encontrando o significado. O significado transforma o impossível em possível.

Ok. Agora você aprendeu a vencer a queda de braço com o Círculo Vicioso, mas, não aprendeu a criar um “Círculo Virtuoso”. E o que é o Círculo Virtuoso?

O Círculo Virtuoso é um ciclo de aprendizado contínuo, onde a pessoa permite a si mesma explorar um ambiente que comunica aquilo que ela deseja para a própria vida. O Círculo Virtuoso é a escolha de um Imparável.

As pessoas passam, em média, 70% o tempo no passado, 25% do tempo no futuro e, apenas, 5% do tempo no presente. Quando uma pessoa vive essa sentença, torna-se impossível alimentar e desenvolver um Círculo Virtuoso. O segredo está em viver 80% do tempo no presente, 15% do tempo no futuro e, apenas, 5% do tempo no passado. Somente assim é possível estabelecer um vínculo seguro e produtivo com um Círculo Virtuoso.

Existem 6 regras de ouro para você alicerçar um Círculo Virtuoso:

Regra 1: Plena consciência dos principais valores de vida.
Regra 2: Controle sobre as crenças e convicções.
Regra 3: Gestão competente das verdadeiras prioridades.
Regra 4: Decisões com base nos seus valores.
Regra 5: Estratégias avançadas de conexão.
Regra 6: Viver pelo menos 80% do tempo no presente.

Ou seja, não é mamão com açúcar, mas é questão de treinar e aperfeiçoar. Da mesma forma que quando você se deita sobre o seu braço por muito tempo, ele amortece, o seu cérebro também pode amortecer, e, com o tempo, atrofiar regiões específicas que comprometam o seu aprendizado, evolução e felicidade. Portanto, trabalhar em um Círculo Virtuoso é se comprometer com o seu aprendizado, evolução e felicidade.

Muitas pessoas jogam a própria vida fora, tudo porque acreditam, com todas as forças, que uma Mentalidade Imparável é uma questão de DNA, sorte, ou sei lá o quê. Porém, estudos e pesquisas mostram que uma Mentalidade Imparável, nada mais é que uma percepção inteligente e afinada da realidade. As pessoas com uma Mentalidade Imparável estão conectadas, na maior parte do tempo, com o ápice de seu poder pessoal, e conseguem extrair de situações comuns e rotineiras, grandes sacadas. Na verdade, um Imparável é o diretor do próprio filme, é o pintor da própria tela, é o escritor do próprio livro, e, por isso, se sente tão apto a viver aquilo que o inspira e tirar vantagem daquilo que não é positivo.

Vamos ao pulo do gato?

Bom, ganhar performance também é uma questão de treino. Da mesma forma que você aprende a engatinhar, caminhar, falar, escrever, jogar futebol, tocar guitarra ou dirigir, você aprende a elevar o seu nível de performance. Você pode, como guitarrista, ser um péssimo guitarrista, ou, como guitarrista, você pode ser uma influência sólida para toda uma geração. Você pode, como escritor, ser um escritor medíocre, que vive fazendo bico para se manter vivo, ou pode prosperar ano após ano, ganhar prêmios e ser reconhecido mundialmente. Você pode, como empreendedor, ser um empreendedor malsucedido, que acumula perdas de incontáveis quantias em dinheiro, dívidas crescentes e calotes frequentes, ou, como empreendedor, você pode ser o guru mais requisitado para falar sobre empreendedorismo e motivar pessoas com a sua história de superação.

Em todos os casos citados acima, existe algo em comum: todos passaram por decepções, frustrações e incontáveis problemas. Porém, por falta de mentalidade, algumas pessoas não conseguiram criar os resultados que estavam “dispostas” a criar. A falta de mentalidade apodrece uma pessoa de dentro para fora.

As pessoas continuam não prosperam por apenas três motivos: por aquilo que não sabem, por aquilo que acham que sabem e por aquilo que ignoram. O mesmo acontece com a sua qualidade de vida, com os seus relacionamentos, com a sua carreira, ou com qualquer outra área da sua vida. A Mentalidade de um Imparável não permite, jamais, sonegar algo que não possa ser controlado. Portanto, quando um Imparável se depara com algum problema que precisa de solução, e não tem a resposta, ele não ignora, corre atrás da solução buscando um especialista.

Hoje, você pode estar vivendo uma vida financeira limitada, cheia de privações. Você pode estar doente, sua energia parece correr do seu corpo. Você pode estar desesperado para encontrar algo que dê cor a sua vida, mas os dias parecem cada vez mais cinzas. Não importa o quão perturbadora seja a sua situação, a questão é que você construir uma vida irresistível e um legado incrível. Para tanto, você precisa imediatamente de 3 decisões:

Decisão 1: Aceitar que você é quem controla a sua vida e forja o seu destino.
Decisão 2: Acreditar que pode extinguir cada um dos Círculos Viciosos que você criou.
Decisão 3: Acreditar que pode criar Círculos Virtuosos que atendam aos seus novos padrões de vida.

A sua nova vida está mais próxima de você do que você imagina. Será muito difícil você vivenciar uma vida abundante se o que você enxerga é escassez. Comece hoje mesmo a esculpir o seu Eu Imparável. É a melhor decisão que você vai tomar na sua vida.

Lembre-se: o suprassumo de qualquer grande conquista ou realização é uma Mentalidade Imparável!

Amor e Sabedoria.

Thiago Tombini

Um comentário sobre “A MENTALIDADE DE UM IMPARÁVEL

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s