UMA HISTÓRIA QUE ENSINA SOBRE A MORTE INERENTE À ZONA DE CONFORTO

Inúmeros estudos biológicos demonstram que um sapo colocado num recipiente com a mesma água da sua lagoa, fica estático durante todo o tempo em que a água é aquecida, mesmo que ela ferva. O sapo não reage ao gradual aumento de temperatura (mudanças de ambiente) e morre quando a água ferve, inchado e feliz. Por outro lado, outro sapo que seja jogado nesse recipiente com a água sendo fervida, salta imediatamente para fora, meio chamuscado, porém vivo!

Às vezes, nos comportamos como sapos fervidos, e não percebemos as mudanças. Achamos que está tudo muito bom, ou que a determinada fase que vivemos vai passar, que tudo no fim é só questão de tempo. A realidade é que nos conformamos com os resultados que a vida nos apresenta e vivemos dentro de uma bolha, respirando sempre o mesmo ar, enjoativo e viciado.

A verdade nua e crua é que estamos prestes a morrer, mas ficamos boiando, estáveis e apáticos, na água que se aquece a cada segundo. Por tomarmos essa decisão, acabamos morrendo, inchados e felizes (felizes?), sem termos percebido as mudanças à nossa volta.

Perguntas:

• Será que você conhece alguma pessoa que se comporta como o sapo?
• Será que às vezes, em algumas circunstâncias, você não se comporta como o sapo?
• Será que o seu estilo de vida não induz você a viver como o sapo?
• Será que o ambiente que você frequenta o induz a viver como o sapo?
• Até que ponto você se satisfaz com o seu estilo de vida?

“Toda reforma interior e toda mudança para melhor dependem exclusivamente da aplicação do nosso próprio esforço.”
— Immanuel Kant

Amor e Sabedoria.

Thiago Tombini

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s