A VIDA ME ENSINOU A BATALHAR PELOS MEUS SONHOS

Passei boa parte da minha vida com terríveis dúvidas sobre o que eu gostaria realmente de ser e viver quando me tornasse adulto. Sempre tive medo de encarar um trabalho e depois desistir, perdendo o tesão, e com o tempo perceber que estava somente me enganado, e descobrir que nada daquilo alimentava a minha identidade e nem me fazia feliz.

Durante toda a minha jornada me deparei com muitas pessoas que perderam o controle da própria vida, e acreditavam com todas as forças e convicções, que eram meros fantoches nas mãos do destino. Parece triste, mas é a mais pura verdade.

Por mais de 10 anos dediquei-me ao Movimento Escoteiro, sempre no meio do mato e vivendo intensas aventuras, seja no alto, no chão ou na água, caminhando, correndo ou parado, não importava, lá estava eu, sempre quebrando as minhas próprias limitações e instituindo novos recordes. Mas o medo continuava, e às vezes até me paralisava.

Um dia eu iria crescer, e teria que achar algo que realmente me fizesse sentir vivo, sentir a vida correndo nas minhas veias, precisava de algo que me colocasse como o único responsável pela minha vida, algo que eu tivesse que aguçar a minha percepção e treinar todos os meus instintos mais primitivos para sobreviver.

Quando não estava me aventurando com o Grupo de Escoteiros, combinava alguma aventura com amigos, mas ainda, quando ficava sozinho, ou muitas vezes quando escolhia ficar sozinho, me trancava no meu interior, escutava tudo o que ele dizia, e passava horas escrevendo. Escrevi tanto, que o meu primeiro livro começou a ser escrito quanto eu tinha 13 anos, e com 18 anos já colecionava mais de 200 poesias. Essa era a forma que eu encontrava para me sentir mais próximo de mim, e como isso foi importante.

Sempre imerso em um mar de dúvidas, aos 19 anos, resolvi partir, colocar uma mochila nas costas e desafiar o mundo, ver coisas que eu nunca vi, ouvir sons que eu nunca ouvi, sentir emoções, sensações e sabores que eu nunca senti. Não sabia por que estava partindo, nem por que tinha pedido as contas da vida que levava, cuidando dos negócios da família, mas não queria mais aquela vida, aquilo era passado.

Todas as pessoas precisam de coisas bem simples para que possam se sentir vivas, mas não as reconhecem, e passam a vida inteira sendo enganadas, procurando prazer em coisas que não alimentam nada que realmente tenha significado e agregue valor. Algumas pessoas pensam ser felizes, mas vivem em profundo conflito e luto permanente.

Encontrei a vida que eu sempre quis viver, ministrando meus Cursos, Palestras e Treinamentos no Brasil e em outros países, mas a vida é mais, não é só trabalho, na verdade a vida não é só uma coisa nem outra, é um misto de muitas emoções e sensações que nos fazem sentir a verdadeira felicidade.

Quando eu era mais novo, olhava o céu, e pensava: “UM DIA QUERO VOAR”, queria mesmo ter asas, mas não tinha (e ainda não tenho). Porém, tenho uma mente privilegiada, que dá asas aos meus sonhos, desejos e propósitos mais profundos. Então, decidi voar, olhar o mundo de cima, me encontrei neste esporte tão radical, o paraquedismo, nele me sinto vivo e conectado com a minha energia mais pura. No momento em que eu estou no alto, sinto que posso ser, fazer e ter qualquer coisa. Uma sensação que gostaria de pulverizar no mundo, talvez ela acabasse com a fome, a guerra, a ganância, e talvez tirasse todo o peso que enfraquece, enlouquece e empobrece as pessoas.

As coisas não param por aí, sou aficionado por romper barreiras e estipular novos recordes. Hoje, pratico várias modalidades de esportes, que vão desde corrida e ciclismo até canoagem e skate. De alguma forma, sei que isso me fortalece, me faz sentir vivo, e isso é o que realmente importa, porque quando nos sentimos vivos podemos compartilhar o melhor de nós mesmos.

Sonho com o filme de um dia melhor…

Amor e Sabedoria.

Thiago Tombini

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s