O ENCONTRO MÁGICO

Certa vez, em uma das minhas palestras, tive a oportunidade de conhecer um ser humano exemplar, uma pessoa além do seu tempo, que realmente fazia o seu papel no Universo.

Quando terminei a palestra, uma fila enorme se formou, e os organizadores do evento já tinham me comunicado que eu deveria dar atenção as pessoas que quisessem falar comigo, tirar fotos ou mesmo autografar os meus livros, que a pouco haviam comprado.

Para mim isso nunca foi um problema, sempre faço isso com muito prazer, sempre me sinto bem com esse tipo de homenagem e agradecimento. O envolvimento com o público sempre me fornece ensinamentos e insumo para prosperar na vida.

Após atender mais de trinta pessoas, uma senhora que estava na fila, me chamou e disse baixinho no meu ouvido: “Por favor, você pode dar atenção ao meu pai? Ele quer muito lhe conhecer e falar com você. Quer lhe agradecer pelas belas palavras e pelo dom que Deus lhe deu, e que você tem direcionado com tanta maestria”.

Fiquei literalmente emocionado, e fui conduzido pela mulher até o pai dela, que se encontrava sentado em uma cadeira de pernas cruzadas, sorrindo como uma criança que acabara de ganhar um presente qual esperava há muito tempo.

Quando cheguei perto, ele se levantou, me abraçou forte, olhou nos meus olhos e disse-me: “Nunca pensei que iria chegar aos 98 anos e me emocionar com uma palestra, e nem imaginava que teria ainda tanto a fazer e a empreender em vida”.

Fiquei mudo, parado, perplexo. Pensei comigo: 98 anos? Meu Deus! Na minha frente encontrava-se uma pessoa muito vivida, sábia e em plena atividade. Os pensamentos passavam pela minha cabeça, e ele continuava falando sobre os reflexos da minha palestra na sua vida.

Esperei ele terminar de falar, e perguntei curioso: “Qual é o segredo para chegar a essa idade, firme e forte?” – estava curioso pela resposta.

Ele me respondeu sorrindo: “Meu filho, para chegar a essa idade firme e forte basta não morrer”, e todos que estavam escutando a conversa começaram a rir.

Quando as risadas cessaram, ele, com calma, pegou com as duas mãos na minha mão direita e disse, olhando nos meus olhos: “FE-LI-CI-DA-DE”. Falou soletrando, com uma verdade incontestável em seus olhos. E continuou: “É esse o segredo para atingir as metas, objetivos e até mesmo vencer os fantasmas do tempo”.

Olhei para ele e sorri. Dei-lhe um grande abraço e agradeci por aquele encontro. Finalizei nosso encontro dizendo: “Sou grato por esses poucos minutos que passei com você. Boa sorte na sua vida e continue fazendo a diferença para muitas pessoas”.

Ele devolveu o sorriso, fez um sinal de positivo com a cabeça e disse-me: “Siga iluminando outras vidas. Pessoas tristes são aquelas que não ocupam os dons e virtudes que recebem de Deus”.

Aquele encontro foi mágico, e até hoje escuto a voz daquele nobre senhor sussurrando no meu ouvido: “O segredo da vida é a FE-LI-CI-DA-DE”.

Amor e Sabedoria.

Thiago Tombini

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s